Por


Release na imprensa em 10 passos simples

Um bom release na imprensa têm que vir atrelado a algumas técnicas.

Um bom release na imprensa tem que vir atrelado a algumas técnicas.

O release ou press release é um texto de cunho jornalístico enviado para a imprensa. Ele é escrito para auxiliar na divulgação de produtos, serviços, eventos, entre outros fins. É importante ficar atento para poder emplacar bem o release na imprensa.  Mas fique atento para que seu texto não seja mais um a chegar nas redações e ser jogado na lixeira.

Aqui listamos 10 dicas simples e que podem fazer toda diferença para que seu release na imprensa seja impactante e se diferencie perante os demais:

1. No título você já tem que dizer para quê veio.

Mostrar os diferenciais do seu produto ou serviço e como eles podem resolver a vida de alguém. Isto é, soluções e não propaganda.

2. Evitar colocar o nome da empresa no título.

Isso pode “espantar” seu release na imprensa. O problema é que muitos assessores acham que o release é uma peça de propaganda, mas não é.

Em caso de eventos ou instituições o nome pode até ser colocado no título, mas atrelado a demais “conteúdos-isca” – números, atração especial (em caso de evento), serviço (algo acessível a todos ou a uma categoria específica, sem ser muito restrito) etc.

3. O primeiro parágrafo do release é o mais importante.

Nele você tem que colocar o seu lead (informações básicas: quem? o quê? quando? onde? por quê? como?). Além disso, deve enriquecer com dados que atraiam o jornalista. Por exemplo, a editoria de economia tem uma forte atração por textos com bastante números, desde que sejam números exclusivos e relevantes. Daí se for trabalhar com essa editoria, você já inclui no primeiro parágrafo dados numéricos com essas características.

4. O release na imprensa, de forma geral, deve falar de uma temática e não de um produto ou serviço específico.

Por exemplo, meu cliente trabalha com produtos sem lactose e sem glutén. Sabendo disso, pesquisei e descobri que mais de 70% dos brasileiros, segundo o instituto “X” (sempre embasar suas informações como uma fonte oficial), sofrem com alguma intolerância ao leite e/ou glúten. Daí uma ideia seria elaborar um sugestão de pauta sobre o crescimento do mercado de produtos para esse determinado público. No release, você pode colocar dados oficiais sobre esse assunto, uma aspa de um profissional da saúde, uma fala de uma pessoa com essa deficiência e outra aspa empresa que trabalha com esse produto – solução. Entregar a pauta bem resolvida para a imprensa.

5. O seu assessorado (empresa/instituição) deve estar no release como personagem, como case para aquela “solução”, na qual falei na dica 1 e na dica 4.

Essa é a hora de você colocar alguns dados do produto/serviço. Pode ser através de uma aspa de algum representante da empresa/instituição. Essa fala tem que conter as melhores informações do produto/serviço e como pode ajudar e/ou facilitar a vida das pessoas.

6. Para fechar o release, você pode incluir um “Saiba Mais”.

Essa é a hora de discorrer um pouco mais sobre a empresa/instituição (quando foi fundada, como atua, onde atua, quantos colaboradores etc.). Quando o assessor entrega todas as etapas bem resolvidas para o jornalista, ele acaba ficando um pouco “devedor”. Isso pode fazer com que ele venha a colocar algumas informações do seu “Saiba Mais” no texto ou off dele, como forma de retribuir. Isso podemos chamar de “Gatilho da Reciprocidade”. Você entrega tanto conteúdo bom, impactante, relevante, que acaba recebendo em troca uma boa visibilidade para o seu assessorado.

7. A foto deve estar em anexo do e-mail.

Esse é um detalhe que você não pode esquecer quando for enviar o release, para sites, blogs e jornais.

8. O release tem que estar no corpo do e-mail.

Com as constantes mudanças de tecnologias, há computadores que não abrem certos arquivos em anexo. Além disso, o jornalista precisa visualizar tudo muito rápido. No corpo do e-mail facilita a vida desse profissional.

9. Antes do texto do release, você deve contar um pouco da sua sugestão de pauta, como poderia ser conduzida.

Lembra de não falar do produto/serviço nesse momento. Nessa hora você já sinaliza quem seriam os personagens. Vamos utilizar o mesmo exemplo da dica 4.

Poderíamos sugerir uma pessoa que tem esse problema de saúde e recorre a empresas que trabalhe com esses produtos; um profissional da saúde para falar mais tecnicamente; e a empresa, como “solução” para aquele problema deste e tantos outros cidadãos.

10. No assunto do e-mail você tem que chamar a atenção com um conteúdo impactante, diferenciado.

Por exemplo, se a pauta for exclusiva, você já tem que iniciar o assunto com isso: “EXCLUSIVA”. Depois incluí um traço e fala do que se trata o release, a temática. Lembre de não ser propaganda e evitar colocar o nome da empresa/instituição, conforme consta nas outras dicas. O título do release, em alguns casos, pode ser utilizado como assunto.

 

Acompanhe cases de comunicação de clientes da Engaja, acessando: www.engajacomunicacao.com.br/noticias


Conteúdo VIP:

Junte-se a milhares de leitores inteligentes e receba atualizações,
artigos e dicas imperdíveis para ter sucesso com a sua comunicação!


Respeitamos sua privacidade. Você está 100% seguro!
Compartilhe:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!